Diretor Regional da Agricultura toma pulso ao setor agropecuário mariense

Pedro Hinzte Ribeiro, Diretor Regional da Agricultura aproveitou a sua deslocação a Santa Maria onde participou no “Fórum Açores Bio 21” para tomar pulso à realidade agropecuária da ilha.

O governante reuniu com os representantes do setor.

Pedro Hinzte Ribeiro recordou a intenção do Governo dos açores em desenvolver em cada ilha um plano setorial.

Veja aqui a noticia completa:

Clube Asas do Atlântico – Santa Maria – Açores (asasdoatlantico.pt)

Santa Maria recebeu encontro “Açores Bio 21-1º Fórum da Agropecuária Biológica”

As vozes da experiência fizeram-se ouvir na noite do passado sábado na Incubadora de Empresas.

A iniciativa “Açores Bio 21-1º Fórum da Agropecuária Biológica” convidou José Pedro Araújo, José Pedro Almeida e José Pedro Oliveira a partilharem conhecimentos da produção biológica de carne e leite de pequenos ruminantes.

José Pedro Almeida dedica-se á produção de ovinos de carne. defende que a produção biológica é o “futuro”.

Anibel Moura, presidente da ARCOA não tem duvidas que “o saber não ocupa espaço”.

 

Veja aqui a noticia completa:

Clube Asas do Atlântico – Santa Maria – Açores (asasdoatlantico.pt)

 

Marienses recebem formação na área do maneio holístico de pastagens

Pedro Hinzte Ribeiro, Diretor Regional da Agricultura aproveitou a sua deslocação a Santa Maria onde participou no “Fórum Açores Bio 21” para tomar pulso à realidade agropecuária da ilha.

O governante reuniu com os representantes do setor.

Pedro Hinzte Ribeiro recordou a intenção do Governo dos açores em desenvolver em cada ilha um plano setorial.

Veja aqui a noticia completa:

https://asasdoatlantico.pt/?sec=3&op=d&idnoticia=11305

António Ventura destaca contributo do Fórum Açores Bio 21 para preparar futuro da Região

O Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, António Ventura, defende que o evento “Açores Bio 21 – Primeiro Fórum de Agropecuária Biológica dos Açores” é um contributo para preparar o futuro da Região com “agroalimentos mais naturais, indo ao encontro das preocupações da humanidade”.

O Fórum de Agropecuária Biológica, que já percorreu todas as ilhas dos Açores com diversos eventos, conta com a organização conjunta do Executivo açoriano e dos parceiros que representam a produção biológica na Região, nomeadamente a Trybio, BioAzórica e Federação Agrícola dos Açores.

Estas iniciativas, promovidas desde junho pela Secretaria Regional com a tutela da agricultura, têm permitido levar a todas as ilhas uma série de seminários, ‘workshops’ e ‘showcookings’ alusivos ao setor da agropecuária biológica.

Entre os dias 21 e 26 de junho, as Flores receberam os ‘workshops’ “Iniciação à Horticultura Biológica” – realizado também entre 20 e 25 de setembro – e “Sumos Vegetais, Greensmoothies”, que contaram com a participação de 37 pessoas.

No dia 9 de outubro, a ilha das Flores recebeu também o seminário “Multifuncionalidades da Agricultura Biológica”, que debateu diversos temas do setor, e contou com participação de 28 pessoas, e ainda o ‘showcooking’ “Experimenta, É Bio!”, com a participação de 35 pessoas.

O Corvo foi palco para o seminário “Horticultura Biológica – um caminho para a autonomia alimentar”, realizado a 18 de setembro, com a presença de 27 pessoas. Aquela ilha recebeu, no dia seguinte, o ‘showcooking’ com os cozinheiros do evento da ilha das Flores e o workshop “Um jardim para cozinhar, ambos com a presença de 20 pessoas.

Já na Graciosa, a sexta edição do ‘showcooking’ “Experimenta, É Bio!” decorreu a 29 de outubro, com cerca de 50 participantes. A passagem do Fórum Bio 21 por esta ilha ficou concluída com o workshop “Gestão de Infestantes e Boas Práticas na Vinha Bio”, em que participaram cerca de 20 pessoas. Anteriormente, a 16 e 17 de julho foi promovido o workshop “Combate a pragas e doenças em fruticultura biológica”, com a presença de 27 pessoas.

No dia 23 de julho, no Pico, realizou-se o seminário “Vinhos Biológicos”, que contou com uma assistência especializada de cerca de 20 vitivinicultores. No dia seguinte, teve lugar o primeiro ‘showcooking’ “Experimenta, É Bio!”, com cerca de 20 espetadores.

Ainda no Pico, a 24 de outubro, decorreram dois seminários sobre apicultura com o tema “Boas práticas no controle da Varrose”, culminado com visitas a vários apiários por parte dos cerca de 33 participantes.

O Faial recebeu também, a 23 e 24 de outubro, o seminário “Apicultura Biológica – principais desafios no controlo da Varrose”, com a participação de 30 pessoas. O ‘showcooking’ “Experimenta, É Bio!” decorreu nesta ilha a 31 de julho, contando com a presença de 50 participantes. Um workshop de Maneio Holístico decorreu também no Faial, a 8 de novembro.

A ilha Terceira foi lugar para a realização, a 20 de julho, do workshop “Podas e Enxertias de Fruteiro Bio”, com 17 participantes. Já entre 12 e 16 de outubro, “Iniciação à Horticultura Biológica” foi o workshop realizado, com a presença de 12 pessoas.

Na ilha de São Jorge, o Fórum Açores Bio 21 estreou-se, a 12 de outubro, com a realização do workshop “Agroflorestas”, com 27 participantes. O ‘showcooking’ “Experimenta, É Bio!” foi promovido nesta ilha no dia 6 de novembro, com a presença de 45 pessoas, seguindo-se o workshop de Maneio Holístico, no dia 7, com 12 participantes.

No dia 16 de outubro, o programa do Fórum chegou a São Miguel com o seminário “Agricultura de Precisão”, que contou com a participação de 42 pessoas.

Em Santa Maria, no dia 4 de setembro, 15 pessoas assistiram ao ‘showcooking’ “Experimenta, É Bio!”, estando agendado para dia 10 de novembro a realização do workshop de Maneio Holístico.

É de salientar ainda que, desde ontem, dia 8 de novembro, até do dia 23, decorre em formato ‘B-Learning’ um curso de Agricultura de Precisão, com a participação de 23 formandos.

Para este mês de novembro estão previstas mais duas edições do showcooking “Experimenta, é Bio!”, precisamente em São Miguel e Terceira, nos dias 13 e 28 respetivamente.

O seminário “Carne e Leite de Pequenos Ruminantes” está programado para dia 13, em Santa Maria, e o seminário “Pastagens e Bovinos de Carne” decorrerá em São Jorge, no dia 20, assim como o workshop “Iniciação à Horticultura Biológica”, entre os dias 21 e 27. Já o seminário “Produção e Transformação de Leite Bio”, está agendado para dia 27, na ilha Terceira.

Os interessados em participar nestes eventos podem inscrever-se através do endereço eletrónico forumbio@azores.gov.pt, pelo contato telefónico 292208800, ou através do site https://forumbio.azores.gov.pt/ (para informações adicionais).

Todos os seminários podem também ser acompanhados ‘online’, através do Facebook da Fórum Bio Açores e do Forumbioazores no YouTube.

Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural promove seminário sobre “Agricultura de Precisão”

A Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural promove um seminário sobre “Agricultura de Precisão”, uma iniciativa integrada no Fórum da Agropecuária Biológica, a ter lugar no próximo dia 16 de outubro, na ilha de São Miguel.

De acordo com o Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, com esta ação de sensibilização e formação pretende-se “que a prática da agricultura nos Açores alcance a dianteira da inovação e seja mais um motivo de aceitação por parte dos consumidores”.

“Estamos, deste modo, a inovar e a posicionarmo-nos para dar resposta às preocupações atuais da humanidade em termos de combate às alterações climáticas e neutralidade carbónica”, acrescentou António Ventura.

O governante adiantou ainda que na ótica da sustentabilidade alimentar, esta e outras práticas de agricultura farão parte da agenda de formação da agricultura açoriana.

“Somos uma Região que inova na agricultura, o que representa criar riqueza e emprego”, defendeu.

Com a agricultura de precisão, o produtor utiliza apenas as quantidades necessárias dos recursos direcionados aos ciclos produtivos, o que possibilita ganhos de rendimento, já que este tipo de agricultura permite uma maior otimização e eficiência na utilização dos recursos.

A agricultura de precisão assume-se como um meio para a produção agropecuária sustentável, com maior respeito pelo ambiente e contribui para melhorar a conservação do solo.

Serão oradores deste seminário, que tem como parceiros a Federação Agrícola dos Açores, a BioAzórica e a Trybio, o Professor Ricardo Braga, do Instituto de Agronomia, o Professor João Serrano, da Universidade de Évora e a Professora Sónia Nicolau, da Terra consultores, sendo moderador o presidente da Federação Agrícola, Jorge Rita.

“Fórum Açores Bio 21” com novas iniciativas em outubro

A Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural promove, durante o mês de outubro, novas iniciativas em várias ilhas no âmbito do programa “Açores Bio 21 – Primeiro Fórum de Agropecuária Biológica dos Açores”.

Estas ações de sensibilização e de formação, que contam com a organização conjunta do Governo Regional e dos parceiros que representam a produção biológica na Região, a Trybio, BioAzórica e a Federação Agrícola dos Açores, pretendem, diz o Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, “preparar o futuro dos Açores na existência de agroalimentos mais naturais, indo ao encontro das preocupações da humanidade”.

No entender de António Ventura, “os Açores têm um espaço geográfico que, conjuntamente, com as práticas agrícolas estão na dianteira dos novos desafios alimentares e ambientais para a sustentabilidade do planeta”.

Para o governante, “estas iniciativas visam assegurar uma nova oferta de agroalimentos de âmbito natural, para o mercado interno e para exportação, possibilitando a conquistando novos mercados”.

Assim, a primeira ação vai ter lugar a 9 de outubro pelas 20h00, com a realização de um seminário na ilha das Flores, dedicado ao tema “Multifuncionalidades da Agricultura Biológica”, em que são oradores, Raquel Vargas da Biokairós, Alfredo Sendim da Herdade do Freixo do Meio, César Medeiros, a representar “As Nossas Quintas” e Julien Floro, da Myrica Faial Permaculture.

Na ilha Terceira, entre os dias 11 e 16 de outubro, vai decorrer mais um workshop de “Iniciação à Horticultura Biológica”, a cargo de Avelino Ormonde.

A 12 de outubro, o “AçoresBio21” chega a São Jorge, com a realização de um workshop intitulado “Agroflorestas”, apresentado por Alfredo Sendim.

O programa estende-se pela ilha de São Miguel, no 16 de outubro, com o seminário sobre “Agricultura de Precisão”, que se vai realizar na Associação Agrícola de São Miguel, pelas 20h00, e em que são oradores Ricardo Braga, do Instituto Superior de Agronomia, João Serrano, da Universidade de Évora, e Sónia Nicolau, da Terraconsultores.

O final do mês de outubro será dedicado à Apicultura Biológica, e para tal a ilha do Faial recebe no dia 23, pelas 14h00, o seminário sob o tema “Apicultura Biológica – principais desafios no controlo da Varroa”.

Já as ilhas do Faial e do Pico vão acolher, nos dias 24 e 25 de outubro, respetivamente, dois ‘workshops’ subordinados ao tema “Boas práticas no controlo da Varrose”.

O mês termina com mais uma edição do “Showcooking Experimenta, É bio!”, desta feita a ter lugar na ilha da Graciosa, no dia 30 de outubro, pelas 11h00.

Aos interessados, em participar nestes eventos, as inscrições são feitas no endereço eletrónico: forumbio@azores.gov.pt, pelo contato telefónico: 292208800 ou através do site https://forumbio.azores.gov.pt/.

Os seminários podem, também, ser acompanhados online, através dos seguintes canais: o Facebook da Fórum Bio Açores, a NOS Açores canal 187 (Faial, Terceira e São Miguel), a MEO (nacional) Kanal 124432 e o Forumbioazores no YouTube.

Para informações adicionais, os interessados podem consultar o site e as redes sociais do AçoresBio21.

“Açores Bio 21 – 1º Fórum da Agropecuária Biológica” quer continuar a promover setor agropecuário biológico Açoriano, diz António Ventura

A Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural informa que o “Açores Bio 21 – 1º Fórum de AgroPecuária Biológica dos Açores” regressa no mês de setembro, com ações nas ilhas de Santa Maria, Flores e Corvo, visando “promover, capacitar, diferenciar e qualificar o sector agropecuário Açoriano”.

“O programa pretende difundir os valores do equilíbrio, do bem-estar, da saúde, do autoabastecimento alimentar e do regresso à terra, com respeito por todas as gerações passadas, presentes e futuras”, defende António Ventura, Secretário Regional com a tutela da Agricultura.

Para o governante, a realização deste fórum visa essencialmente promover uma “discussão alargada sobre agricultura e pecuária biológicas, juntando produtores, técnicos, investigadores e consumidores, associações e cooperativas, indústria, distribuição, comércio e serviços públicos e privados”.

Nesse sentido, pretende-se criar uma “rede regional de cooperação, conhecimento e capacitação, assim como divulgar a investigação e fomentar a inovação, quer na agricultura biológica, quer na transformação e valorização dos respetivos produtos”, avança o governante.

Outras das diretrizes desta iniciativa, segundo o Secretário Regional, são “sensibilizar, informar, formar e capacitar para o modo de produção biológico”, mas também “apresentar e promover os produtores e produtos biológicos dos Açores”.

No dia 4 de setembro, pelas 11h00, em Santa Maria, irá realizar-se o ‘Showcooking’ “Experimenta, é Bio” – 3º edição, dinamizado por Miguel Bezerra, Patrícia Cheio e Sara Loureiro.

Já a 18 de setembro, na ilha das Flores, também pelas 11h00, irá concretizar-se a 4ª edição do ‘Showcooking’ “Experimenta, é Bio”, também promovido por Miguel Bezerra e Patrícia Cheio, com a participação especial do Chef Raúl Sousa.

Desta vez na ilha do Corvo, também a 18 de setembro, pelas 20h00, irá realizar-se o Seminário: “Horticultura Biológica – Um Caminho para a autonomia alimentar”, em regime misto, presencial e ‘online’, que contará com as intervenções de Isabel Mourão, Graça Saraiva e Avelino Ormonde.

No dia seguinte, 19 de setembro, também na ilha do Corvo, pelas 11h00, irá realizar-se o ‘Showcooking’ “Experimenta, é Bio” – 5º edição, dinamizado por Miguel Bezerra e Patrícia Cheio, com a participação especial do ‘chef’ Raúl Sousa, e pelas 15h00 haverá o ‘workshop’ “Um jardim para cozinhar”, ministrado por Graça Saraiva.

Ao terminar o mês de setembro, a ilha das Flores receberá a segunda edição do ‘workshop’ “Iniciação à Horticultura Biológica”, com Avelino Ormonde, entre os dias 20 e 25 de setembro.

Assim, os encontros têm por objetivo final incentivar a “autonomia alimentar dos Açores, a economia circular, a bioeconomia, os circuitos curtos de comercialização, bem como promover a qualidade do ambiente, de vida, a saúde, a prevenção e o combate à doença e o equilíbrio social, contribuindo para a mitigação dos grandes desafios globais como as alterações climáticas e as crises sanitárias”, destaca ainda António Ventura.

No âmbito do programa da Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural “Naturalidade da Terra”, o Açores Bio21, o primeiro fórum da Agropecuária Biológica já decorre desde junho deste ano, tendo desenvolvido diversas ações nas ilhas das Flores, da Graciosa, da Terceira, do Pico e do Faial.

De acrescentar que este fórum resulta de uma parceria entre a Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural e o movimento associativo do sector representado pela Federação Agrícola dos Açores, a Trybio – Associação de Produtores e Consumidores de Agricultura Biológica e a BioAzórica – Cooperativa de Produtos Biológicos.

Mais informações nas redes sociais do forumbioazores, ou em: forumbio@azores.gov.pt ou pelo contacto telefónico 292208800

Programa “Açores Bio21” já percorreu cinco ilhas e tem elevado o papel dos agroalimentos

Programa “Açores Bio21” já percorreu cinco ilhas e tem elevado o papel dos agroalimentos
No âmbito do programa da Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural “Naturalidade da Terra – Açores Bio21”, o primeiro Fórum da Agropecuária Biológica já percorreu as ilhas das Flores, da Graciosa, da Terceira, do Pico e do Faial.
Promovido pela tutela, liderada por António Ventura, e estabelecido em parceria com a Federação Agrícola dos Açores, a Trybio – Associação de Produtores e Consumidores de Agricultura Biológica e a BioAzórica – Cooperativa de Produtos Biológicos, este é um programa que pretende capacitar, diferenciar e qualificar o sector agropecuário Açoriano, promovendo os valores do equilíbrio, do bem-estar, da saúde, do autoabastecimento alimentar e do regresso à terra com respeito por todas as gerações passadas, presentes e futuras.
A realização deste Fórum tem como principais objetivos, promover uma discussão alargada sobre agricultura e pecuária biológicas juntando produtores, técnicos, investigadores e consumidores, associações e cooperativas, indústria, distribuição, comércio e serviços públicos e privados.
Por outro lado, pretende criar uma rede regional de cooperação, conhecimento e capacitação, assim como divulgar a investigação e fomentar a inovação quer na agricultura biológica quer na transformação e valorização dos respetivos produtos.
Sensibilizar, informar, formar e capacitar para o modo de produção biológico, bem como apresentar e promover os produtores e produtos biológicos dos Açores, são outras das diretrizes desta iniciativa.
Nessa linha, o encontro tem por objetivo, ainda, incentivar a autonomia alimentar dos Açores, a economia circular, a bioeconomia, os circuitos curtos de comercialização, assim como promover a qualidade do ambiente, de vida, a saúde, a prevenção e o combate à doença e o equilíbrio social, contribuindo para mitigar os grandes desafios globais como as alterações climáticas e as crises sanitárias
Deste modo, as primeiras ações deste Fórum tiveram lugar na ilha das Flores, entre 21 e 25 de junho, envolvendo cerca de 40 participantes, com dois ‘workshop’s de Iniciação à Horticultura Biológica e de Batidos Verdes, dirigidos a produtores e consumidores, ministrados por Avelino Ormonde, produtor com 28 anos de experiência em agricultura biológica nos Açores, na Biofontinhas – Terceira.
De seguida, o Fórum visitou a Graciosa, entre 16 e 18 de julho, abordando os temas Fruticultura e Viticultura, contando com a presença de 35 pessoas no ‘workshop’ de Pragas e doenças em Fruticultura Bio, dirigido a técnicos e produtores, ministrado por David Horta Lopes, Professor da Universidade dos Açores.
Decorreu, igualmente, o Seminário Fruticultura Biológica: Desafios e Potencialidades dos Açores, onde foram palestrantes David Horta Lopes, Professor da Universidade dos Açores, Raul Rodrigues, Professor da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Manuel Moniz da Ponte, Técnico de Fruticultura e Apicultura com longa experiência em fruticultura nos Açores.
Realizou-se ainda o ‘workshop’ de Gestão de infestantes e Boas Práticas na Vinha Bio por Raul Rodrigues, Professor da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.
A 20 de julho teve lugar na ilha Terceira o ‘workshop’ de Enxertia em Fruteiras Bio, que contou com um grupo de 16 participantes, a cargo do Professor da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Raul Rodrigues,
Entre os dias 21 e 24 de julho, o Fórum esteve na ilha do Pico, com o tema Viticultura Biológica, tendo sido realizadas diversas visitas técnicas a produtores e estruturas profissionais da área e um Seminário Vinhos Biológicos onde foram palestrantes Miguel Viseu, da Aphros-wine, abordando a temática da Viticultura Biológica – realidade e prática, André Pereira, da Agrobio e Quinta do Montalto, explanando o tema Vitivinicultura Bio – Evolução, constrangimentos e desafios para o futuro e ainda Filipe Fernandes, da Universidade dos Açores, incidindo na temática a Deteção Remota aplicada à Viticultura de Precisão – Aplicações, Benefícios, Custos e Oportunidades.
Para além das presenças em sala, os seminários foram transmitidos ‘online’ através dos canais das redes sociais Facebook e Youtube, permitindo levar a discussão a todos os que não puderam estar presentes ‘in loco’.
Ainda na ilha do Pico iniciou-se, no dia 24 de julho, o ciclo de Showcooking “Experimenta, É Bio!” com a participação das Food Bloggers Patrícia Cheio, Foodwithameaning e Sara Loureiro, HappylifeKitchen, acompanhadas por Miguel Bezerra, que cozinharam para cerca de 20 participantes uma alargada panóplia de alimentos biológicos maioritariamente provenientes de produtores Açorianos e outros produtores locais, seguindo-se um momento de degustação.
A segunda edição do showcooking “Experimenta, é Bio!” decorreu no dia 31 de julho, no Faial, contando com cerca de 50 participantes, encerrando a primeira fase do fórum que voltará em setembro com mais atividades em todas as ilhas dos Açores.
Desta forma, o Governo Regional, sustenta António Ventura, que tutela a pasta da Agricultura, “continua na defesa de que os agroalimentos Açorianos são, acima de tudo, um valor autonómico de grande relevância, pretendendo reposicionar os Açores no regresso da agricultura como uma nova atratividade económica e afirmar o seu caracter sustentável”.
Para tal, o Executivo pretende “autenticar territorialmente” o que a Região produz, por forma a que o conceito da naturalidade dos agroalimentos assuma um novo fator de competitividade de “nova geração”, tornando-se um fator de competitividade comercial e social.
Nesse sentido, a Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural tem por objetivo desenvolver, nos próximos quatro anos, novas dimensões produtivas, como é o caso da biológica.
É de salientar, ainda, que em janeiro deste ano, os Açores contavam com 150 produtores biológicos notificados e 1.277 hectares (192 em produção biológica e 1.079 em conversão).
Neste momento o arquipélago conta com 184 produtores biológicos, produzindo em todas as ilhas, ocupando uma área total de 2.376 hectares (1.069 em produção biológica e 1.307 em conversão), onde se destaca a área de pastagem com cerca de 1.766 hectares (676 em produção biológica e 1.090 em conversão).

AçoresBio 21 marcou presença na ilha do Pico

O AçoresBio21, marcou presença na ilha do Pico com um seminário sobre Vinhos Biológicos no passado dia 23 de julho e um Showcooking no dia 24 de julho,  “Experimenta é Bio”.